domingo, 17 de setembro de 2017

Trilogia do Século (Ken Follett)- Eternidade por um fio


Nossa, já cheguei na última parte, tudo bem que este livro é um pouco maior que os outros, talvez demore mais,mas que leitura rápida! Ótimo panorama,novelão,mas muito gostoso de ler.
O

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

E não é que li bastante,até agora


Devoro os livros quando gosto deles,será que eu perco alguma coisa por isso?Pode ser, eu até tentei ler mais devagar mas não consigo - a não ser que o livro seja arrastado(o que foi aquele Os Miseráveis este ano?!?!Decepção define).
Tive dias de "descansar" e guardar o que tinha lido,segurando a leitura em mim(o Vida e Destino foi o livrão do ano até agora;e Bartleby,que texto).E tem coisa que certamente vou reler(o Dürrennmatt deixou um gostinho de quero mais).
Alguns livros já não me satisfazem como antes(li os últimos D'Aillon e Lenormand gostando,mas sem me empolgar e parei o "projeto" de ler os romans do Dumas ),será que meus romances históricos estão com os dias contados?!?!Mas eu tenho gostado tanto do que li até agora da Trilogia do século!
Conheci novas escritas(gostei muito do Valter Hugo Mãe e nada da Maria Valéria Resende),e resgatei as clássicas:Tolstói e seus contos me pegaram de jeito,humanos,a gente sente o que está escrito.
E por falar em e-book,fiz as pazes com meu kindle e li muito nele - até deu pra aproveitar alguns precinhos quase-de-graça,mas ultimamente tenho me assustado com os valores,quase iguais aos livros físicos - assim não compensa,ainda mais nos lançamentos.Mas,sem espaço nas prateleiras,será a saída para aumentar o acervo num futuro próximo?!?!
E deu pra perceber que continuo praticando minhas leituras em francês,né?Tenho medo de "perder" o idioma,vou mesclando com as leituras "traduzidas" e sim,leio muito coisa que vem do inglês e não acho isso um problema.Ler só porque é brasileiro-mulher-preto ou branco ou sei lá mais o que não me chama a atenção.O que gosto são boas histórias e sim,critico muito quando termino uma leitura,mas a maioria do que li eu gostei.
Podia ter lido mais?Não sei,percebi que leituras paralelas se perdem e não funcionam pra mim - sim,tem sido de um em um,é do jeito que ler  "trabalha" melhor comigo.
Podia ter lido melhor?Diversifiquei bastante este ano,acho que atingi muitos gêneros(de contos,crônicas,clássicos,livros contemporâneos,de outras nacionalidades,teve de tudo um pouco).Inclusive nas compras,tenho muito autores desconhecidos pra ler e muitos títulos de todos os tipos(sim,minha parte de livros para ler aumentou bastante,viva as promoções da Amazon!),leituras futuras garantidas por um bom tempo e não ,eu-não-posso-mais-comprar-livros-não-cabe-mais!Só fazer trocas no Skoob,adorei!
E eu vou deixando as leituras "passarem" por mim,fica o que tiver que ficar.A sensação no momento que leio e as "marcas" são os bônus,os textos ruins ou que não "bateram",bem,faz parte(tinha que ter alguma coisa ruim numa atividade tão intensa e prazerosa!).



Resultado de imagem para livros sendo lidos

domingo, 3 de setembro de 2017

Les Colléges Fantômes - Jean d'Aillon

Não tenho mais espaço nas estantes, então tem que ser no Kindle,mas o preço deste foi tal o preço de capa- fica menos caro que em euro, lógico,e não tem que esperar entregar.
E começou bem no estilo do autor,com ação e apresentando os primeiros dos vários personagens e núcleos,mais um do Louis Fronsac.

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Panique á Rouen - Frédéric Lenormand

Panique à Rouen: Une enquête de Voltaire à Rouen (French Edition) by [Lenormand, Frédéric]


Estou amando o Queda de Gigantes do Ken Follett,mas das 900 e poucas páginas faltam apenas umas 200 pra terminar,foi muito rápido!Pra frear um pouco e fazer render o fim desta leitura eu comecei o novo Lenormand que baixei no Kindle - o espacinho na estante para este escritor está superlotado,não cabe mais nada.
Lendo mais devagar ,acompanhando Voltaire em mais uma de suas peripécias,sim são muito verossímeis(tenho toda a série Voltaire mene l'enquête) por mais exquise que sejam - agora só em e-book(e porque ficou mais barato  que a edição impressa,neste caso)Gosto demais do autor,e tenho ainda ,em versão impressa - edição do autor - a L'Odyssée de Abuonaparti pra ler!,minha fila de livros pra ler só aumenta.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Trilogia do século (Ken Follett) Queda de Gigantes

Resultado de imagem para trilogia do século ken follett


Partindo para mais uns calhamaços,juntando tudo que eu gosto:romance histórico e livro grande,no caso livros.Comecei o primeiro e está numa vibe Dowton Abbey,uma viagem no tempo acompanhando vários núcleos familiares - só que depois de ter lido o Vida e Destino tenho medo que todo e qualquer livro panorâmico fique "menor",veremos(como eu gostei muito dos Pilares da Terra e do Mundo sem fim,outra saga do mesmo autor,tô apostando que esta trilogia também vai me pegar).

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Leopoldina - a biografia íntima





Lendo no Kindle,livro que foi "brinde" da Amazon meses atrás.Queria ler alguma coisa leve,mas que não fosse ficção e, pra fazer a fila dos e-books andar, escolhi este.
Não tinha informação nenhuma sobre a edição e vi que é tradução de uma espanhola(ou em castelhano de algum país da América Latina?).
Sobre a Leopoldina tenho nas estantes o Cartas de uma Imperatriz(citado como uma das  fontes no a Biografia Íntima) livro muito interessante que estabelece uma biografia a partir da correspondência , e Uma Habsburgo no trono brasileiro(este também está por ler) .
A figura dela é muito trágica,como a de muitas "princesas",morreu jovem depois de uma infinidade de gravidezes(é assim este plural?) e abortos,além da morte dos filhos pequenos - e fora ter casado com o Pedro I que não era exatamente uma pessoa "fácil".Perdida nesta colônia de Portugal ,muito distante da sua Viena ,do meio cultural em que se criou,da sua enorme família e de qualquer amparo ou proteção.
Ainda li pouco,mas nada diferente do que já sabia sobre seus primeiros anos.Estou chegando na parte em que combinam seu casamento.O fim da história todos já sabemos,mas quero ver como este livro mostra a sequência de eventos para colocá-la como uma das responsáveis pela Independência - História a partir  dos  personagens "secundários" tem sempre um viés interessante.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Saramago:As Intermitências da Morte



Este Saramago "escapou"de mim - durante os anos 90/2000 consegui ler quase todos os livros dele logo após serem publicados,mas só guardei os meus preferidos o Evangelho Segundo Jesus Cristo,A História do Cerco de Lisboa e o Memorial do Convento - quase guardei também o Ensaio sobre a Cegueira,mas é um livro tão "duro" que acho que nunca mais vou querer ler algum dia.Talvez o Todos os Nomes e o Ano da morte de Ricardo Reis ainda "voltem" ao acervo,mas não tão já.

Este As Intermitências da Morte  todo mundo que leu elogia , eu comecei e a história é muito irônica,mostra o que acontece quando de repente ninguém mais morre,as "soluções " encontradas e as diversas facetas da sociedade,das autoridades,os empresários,as famílias,os bandidos,todo mundo "envolvido" .Comecei e li 25% do livro numa sentada,mas estou "economizando" pra não acabar logo e eu aproveitar ao máximo a leitura.Ele tem "o texto do Saramago" - pontuação majoritária com vírgulas,sem travessões para os diálogos e é só pegar o rítmo que a leitura flui bem.Estou gostando bastante,vamos ver como termina.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Um filme que tem a leitura como enredo

Resultado de imagem


Este filme é lento,mas impactante.A história de um encontro/desencontro que tem a leitura como canal de aproximação entre duas pessoas que muito provavelmente não se relacionariam,mas que apesar de tudo mantém uma ligação fortíssima,e os livros são  por onde passa o afeto.A aquisição da capacidade de ler/escrever humaniza uma personagem "dura",seca,improvável de ser sentimental,mas que se transforma quando passa a ser uma leitora.
Eu gostei demais ,além do tema me interessar muito,a Kate Winslet e o Ralph Fiennes estão incríveis.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Leiturinha rápida:Manual prático de bons modos em livrarias

Resultado de imagem para manual prático de bons modos em livrarias


Ri bastante lendo os "causos" acontecidos em livrarias entre leitores e livreiros ,mas ri muito mesmo.Depois(sempre tem um depois) parei pra pensar na falta de educação básica,na falta de conhecimento e cultura,no quão distante de muita gente é entrar em livrarias,consumir livros e até trabalhar com eles para quem não tem o costume de ler,daí a história perdeu bastante a graça.