segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Aventuras de Tomé Pires,Norma Ramos


Acabado o Terra Papagalli continuo com os colonizadores/desbravadores portugueses, agora com este livro que também  ficcionaliza a vida de um personagem que existiu,como o Terra, espero que seja tão gostoso de ler e bom como aquele.

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

E para continuar com o inglês e o francês....




...continuo recorrendo aos livros em domínio público.Mais um de história medieval francesa(ler Michelet é uma delícia,mais que as informações,o estilo do texto flui que é uma beleza) e um livro antigo(1910) de inglês,para ir aperfeiçoando a leitura depois dos dois 500 short stories.Não,não é "estudo",não é um manual,é mais um guia,este estou no comecinho,quero  ler  inglês com maior desenvoltura,acho que está demorando pra deslanchar,já fiz uma acervo enorme  no Kindle de livros literários (em domínio público),material é o que não falta - mas preciso agilizar o listening também,esta parte tem ficado por conta de filmes/séries,mas faz bem umas três semanas que só os livros estão me contentando e não tenho tido vontade de ver nada.Meu professor disse para escutar músicas e entender as letras,mas estou numa fase tão silenciosa.Aquela pessoa que traduzia música ficou lá na adolescência e a que escutava música o dia inteiro só gosta de rádio enquanto toma café da manhã ou faz alguma refeição na cozinha.E o Practical exercises está mais ou menos na metade,ele é mais chatinho,mas presto atenção na medida do possível.Enfim,fazer meus neuroniozinhos se mexer tem dado um trabalhinho.

terça-feira, 10 de setembro de 2019

Capitães do Brasil, Eduardo Bueno e Terra Papagalli,José Roberto Torero


Terminado o A Guerra do Lobo(já deu saudade, muitas reviravoltas, o que ainda falta acontecer com o Uthred?!?!),voltei pro Brasil Colônia com uma ficção e uma não .Terra Papagalli também é dos anos noventa(será releitura, apesar de não lembrar nada,só o contexto) e tem tudo a ver com os livros do Eduardo Bueno .Os primeiros europeus a se fixar e viver na "Terra nova".

sexta-feira, 30 de agosto de 2019

E chegou o nº 11 das Crônicas Saxônicas,A guerra do lobo,Bernard Cornwell

A guerra do lobo - Crônicas Saxônicas - vol. 11 por [Cornwell, Bernard]


Demorou!Comprei na pré-venda e foram meses esperando chegar.Até que enfim!Mas já está furando a fila das leituras,Cornwell é Cornwell,e quero ver em quantas mais encrencas o Uthred vai se meter.Quandoa gente acha que está acabando,lá vem reviravolta.

terça-feira, 27 de agosto de 2019

Náufragos,traficantes e degredados,Eduardo Bueno e mais um pouco de Idade Média.

Náufragos, traficantes e degredados: As primeiras expedições ao Brasil (Brasilis Livro 2) por [Bueno, Eduardo]


Terminadas as aventuras do Anthony Knivet lembrei destes livros da Coleção Brasilis do Eduardo Bueno - que eu já li num passado já distante,lá pelos 90 quando foram lançados -e fui atrás pra saber se ainda estavam disponíveis.Consegui esse pro Kindle e o Capitães do Brasil(cenas dos próximos capítulos....)em edição física,não estavam com preço bom,mas como deu vontade de continuar a me embrenhar pelos inícios da colonização,foi assim mesmo.
E continuo a acompanhar as angústias da Oribela no Desmundo.Tinha esquecido a linguagem que a Ana Miranda criou e tem que ser aos poucos,não dá pra ler "devorando" como tenho costume.

E como já terminei o Drummond,as 500 Short Stories e uma Histoire do Moyen Âge,tenho no Kindle,agora,estes Náufragos,o Practical  English Exercises e achei mais um de domínio público ,agora do Michelet e já li uma boa parte,estou gostando.

Histoire de France 1180-1304 (Volume 3 of 19) (French Edition) por [Michelet, Jules]

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

As aventuras de Anthony Knivet e Desmundo,Ana Miranda


Dos piratas passando para um relato de viagem do século XVI.Não conhecia nem sabia da existência, comprei junto com o Piratas do Brasil e coincidentemente,foi bastante citado nele.Aumentou a curiosidade.De viajantes daquela época  lembro de ter lido o Hans Staden,o Jean de Léry e o Cabeza de Vaca,isso eras atrás.O relato deste inglês parece não ter sido muito divulgado por mostrar os portugueses em sua bruta realidade colonizadora e por isso só teve uma edição em português. Até a parte que já li,mostra o que vi no Piratas,a invasão à São Vicente.
E também chegou a hora de reler o Desmundo.Uns dois anos atrás comprei uma edição para substituir a original, lida quando lançado,lá pelos anos 90.
Lembro só da tristeza que perspassa o relato,uma jovem obrigada a vir para o Brasil num casamento forçado,nos inícios da colonização de São Paulo.E nessa vibe,também já  estou pensando no que ler em sequência .Uma leitura puxa a outra,não para.

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Piratas no Brasil - A Ilha do Tesouro


Terminado o Piratas do Defoe,que foi mais um "compilado jornalístico "da época(mais ou menos como esses livros sobre o PCC) deu pra perceber o tamanho do negócio,muitos ganhos envolvidos,apesar dos riscos.Procurando alguma coisa recente sobre piratas no Brasil, achei este livro que tem relato de algumas das incursões  acontecidas entre os séculos XVI e XVIII,mostra como a coroa inglesa incentivou a pirataria e a coloca como um dos fatores a implementar a marinha inglesa no contexto da guerra contra a Espanha .Faltam só os dois últimos pra ler,leitura super fluída. 
E não poderia deixar passar a oportunidade de reler A Ilha do Tesouro, agora nesta edição  mais caprichada do que as que conheci antes .O texto é bem melhor traduzido e aparentemente sem reduções ou adaptações. As leituras vão se puxando uma à outra,é sempre assim.Ah,e pra quem diz que hoje a sociedade é violenta desconhe muito a história .A vida era duríssima,segurança zero ou quase.

sábado, 10 de agosto de 2019

Dostô: O Crocodilo e notas de Inverno sobre impressões de verão.


Agora sim,dentro do cronograma do projeto.O Uma História desagradável foi rapidinho(e a sensação de mal estar foi vivida junto com os personagens), já comecei este Crocodilo,bem bizarro,quero ver para onde vai.








terça-feira, 6 de agosto de 2019

Dostô e Defoe





Livros com missão difícil,me agradar depois de uma leitura muito boa.
O Dostô eu quase ia deixando passar porque não tinha o livro,nem físico e nem nos meus e-books de domínio público,mas daí teve uma promoção e aproveitei.Foi o livro de junho do projeto,estou atrasada ,mas como este e o próximo(que também veio na mesmo promoção) são relativamente curtos acho que até o fim do mês dou conta de acompanhar o cronograma.Este já foi iniciado.
Já o Uma história de Piratas eu queria uma coisa meio antiga sessão da tarde(quantos filmes de pirata dos anos 40/ 50/60 eu vi?Fora uma série ruim de doer no Netflix ano passado ou no outro,já não me lembro),não sei se será assim,a introdução foi meio chata e o primeiro pirata também.O segundo é o Barba Negra(Tech),espero que me empolgue mais - sou uma das fãs incondicionais do A Ilha do Tesouro do Stevenson,mas este livro do Defoe não é ficção é "uma história" e acho que vai privilegiar as medidas oficiais tomadas contra os piratas em relação a suas ações,pelo menos o primeiro foi assim.E esta edição é um apanhado não é o integral da obra original,então os piratas que aparecem foram escolhidos por quem realizou a edição e não sei se serão os mais interessantes.Enfim,lendo,espero que melhore.

quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Vida de leitora!




Gente,este livros todos e eu só tenho um "resto" de vida pra ler!!!!55,se eu durar mais quanto tempo pra ler tudo que aparece por aqui?É,tem as ofertas,tem as indicações dos booktubers,tem os autores que ainda não conheço,tem as campanhas para apoiar as editoras independentes,tem os outros livros dos autores que eu gosto e ainda não li,tem os que eu quero reler,as novidades que aparecem todo dia!
Que delícia!Como eu gosto disso tudo!