sexta-feira, 23 de julho de 2021

A guerra das salamandras, Karel Capek

 








Estava sem idéia do que ler e lembrei deste e-book  ,uma nova edição  de um autor tcheco que foi muito lido na primeira metade do século XX(nunca tinha ouvido falar). E,bem,é uma alegoria,uma sátira e....com 35% da leitura ainda não me pegou.Com a política mundial e a do Brasil não há ficção que consiga superar o absurdo,e eu sou meio dura para estas coisas muito alegóricas.Veremos.

quarta-feira, 21 de julho de 2021

Para sempre ou nunca mais,Raymond Chandler,

 



O É fácil matar  terminou meio previsível,mas bem - a última reviravolta ficou na cara,mas até ela a culpa ainda estava possível para vários personagens. 
Continuando na mesma pilha,peguei um noir americano.Li muito Chandler e Dashiell Hamett nos anos 80 - a extinta Brasiliense publicou muita coisa deles.Este Para sempre ou nunca mais eu não lembrava,mas acho que não tinha lido até agora.Suspense bom,com o Marloe sendo ele mesmo(e eu o vendo no Humphey Bogart) e uma mocinha/vilã misteriosa.Boa diversão .

terça-feira, 20 de julho de 2021

É fácil matar,Agatha Christie

 



Continuo com a Agatha, desta vez num crime clássico ,sem Poirot ou miss  Marple,num vilarejo no interior da Inglaterra,com muitos suspeitos e ainda sem solução. Prendeu a atenção até agora,espero que tenha um final de acordo - acho que termino hoje.

sábado, 17 de julho de 2021

Ausência na primavera, Agatha Christie sob pseudônimo Mary Westmacott

 


Surpresa do ano!Peguei este livro na mesma pilha que estavam os anteriores, (que foram Ok ,histórias da Miss Marple,interessantes e mais nada) e me surpreendi quando li o "sob pseudônimo ",não sabia destas publicações  e que livro bom de ler,numa sentada.Nada de crimes,detetives,mistérios, uma história  psicológica que ameaça ir numa direção e acaba noutra,mas que me prendeu do início ao fim.Sim,dona Agatha Christie tinha talento,bastante.




sexta-feira, 16 de julho de 2021

Mais histórias curtas,desta vez,Agatha Christie

 




Gostei das histórias curtas ,agora vou tirar as teias de aranha da leitora de Agatha Christie que existe e mim(faz quantos mil anos que não leio nada dela?!?!) e aproveitar estes livrinhos perdidos pela estante.

quarta-feira, 14 de julho de 2021

Nouvelles anglaises et americaines d'aujourd'hui 1 - English and American short stories of today 1

 



Então,pegar qualquer livro depois do Senhor da Guerra estava difícil, daí escolhi este bilíngüe pra praticar inglês/francês  de uma só vez.Já foram as três   primeiras histórias (de nove);leio em inglês primeiro que é onde tenho mais dificuldade  e depois em francês  para comparar a compreensão. Até que tá dando pro gasto.

Crônicas Saxônicas,o fim.

 Ai,acabou.Coerente com tudo,desde o começo ,mais uma parede de escudos,uma matança e o Uhtred nomeado senhor da guerra da......Anglaterra!Sim,no final,o começo do país,não mais reinos separados,e sim,nosso herói  está velho,cansado,com medo,mas mata o plano de batalha dos inimigos e bota pra quebrar.Vou sentir saudades,afinal foram 13 livros,desde a infância até o fim da vida.

Agora só resta a série na Netflix,quero ver se se sustenta e não vira a decepção Game of thrones.




Alexander Dreymon,o ator que deu vida ao Uhtred - o livro foi dedicado a ele em nome de toda a equipe da série,que começou meio assim mas pegou  jeito e foi melhorando.


sábado, 10 de julho de 2021

O senhor da guerra,Bernard Cornwell

 









Enfim chegou!O último livro da saga do Uthred!Terminei de ler o A conspiração do rei James de qualquer jeito(não tinha me empolgado mesmo),com o Senhor da guerra em cima da mesa ,me esperando,ai!
O que será que ainda vai acontecer com meu viking/saxão preferido?!?!?Afinal,este será o 13º da lista!Treze anos,um livro de cada vez e muitos combates.aventuras,a roda da fortuna girando,o Uthred se ferrando(mesmo quando saía vencedor).Nem imagino o que o Cornwell vai aprontar desta vez,já aconteceu de tudo durante a saga,o que falta acontecer,o Uthred morrer?!?Será?!?!?Ai,ansiedade me define neste momento!





quinta-feira, 8 de julho de 2021

A conspiração do rei James, Phillip Depoy

 


Terminei o livro sobre Veneza com alergia do economês em que foi escrito!Difícil e só pra entendidos mesmo,mas a parte histórica deu pra aproveitar bem e,grosso modo,ficou mais claro ainda que poder e dinheiro andam juntos e que as guerras fazem estas engrenagens funcionar mais ainda,inclusive com a Igreja ao lado(quando não na dianteira).Enfim,pra descansar a cabeça peguei um livro bem devorável, polar historique,só que de autor americano(o nome dele parece pseudônimo).Passei da metade,pura distração. 

quarta-feira, 30 de junho de 2021

Poder,riqueza e moeda na Europa Medieval,Maurício Metri

 



Pobre Vespúcio!O livro do Armesto foi além do livro do Zweig,incineração de filme total e completa.E a única coisa que ele(tanto quanto o Colombo,o Cortez,Pizarro,Vasco da Gama e navegantes/exploradores etc)fez foi se virar pra viver.Talvez seu passado de comerciante(faz-tudo) tenha piorado uma fama que conseguiu involuntariamente(ah o mapa Waldsemuller tanto falado no 1394!!!!).Leitura boa para saber mais da polêmica,que era desconhecida pra mim até ler o livro do Zweig e este .

Agora,vamos a saber o poder da grana e do comércio  e o caso de Veneza nestes primórdios capitalistas no :Poder,riqueza e  moeda na Europa Medieval. Livro que foi tese de doutorado em economia.Espero que tenha um vocabulário não exatamente técnico,que trate da história é que mostre como Veneza foi a superpoderosa sendo apenas uma cidade comerciante,veremos.

A edição é da editora da FGV,folhas brancas,tem gráficos  ,mapa e,viva!Notas de rodapé no próprio!